13 março 2019

O Gabinete do Procurador do Distrito Central de Seul foi designado para investigar suspeitas sobre casos de favores sexuais envolvendo Seungri.


O relatório de revisão interno entregue à promotoria pela comissão informou que incluiu as circunstâncias do “negócio sexual” que envolve Seungri e as circunstâncias em que Jung Joon Young filmou e divulgou vídeos de sexo sem permissão, bem como evidências circunstanciais sugerindo a conexão entre Burning Sun e a polícia.

Sabe-se também que a comissão também enviou o conteúdo do diálogo entre as duas pessoas ao Supremo Ministério Público, anexando um arquivo contendo o conteúdo do diálogo da sala de bate-papo em um dispositivo USB que se acredita conter o arquivo de vídeo gravado por Jung Joon-young.

A pedido da comissão e devido a suspeita de conluio com a polícia, as provas foram atribuídas à acusação, a atenção está se concentrando em investigar se a promotoria lançará sua própria investigação. Se a promotoria lançar sua própria investigação antes da polícia concluir a investigação, espera-se que haverá uma grande agitação já que as duas agências estão enfrentando de forma aguda a questão do ajuste procuradoria-policia-investigativo. 

No entanto, espera-se que a promotoria fique de olho na investigação policial por enquanto e se abstenha de conduzir sua própria investigação. A acusação e a polícia poderiam levar a uma guerra total, já que esta é uma questão delicada de suspeita de conluio policial. 

"A designação do caso para o escritório de linha de frente não significa que a promotoria investigará o caso diretamente" oficial de acusação disse. "Cabe à promotoria decidir se  irá investigar o caso ou dirigir a investigação à polícia."

Fonte: (1)

0 comentários: