26 fevereiro 2019

Seungri é acusado de fornecer serviços de prostituição - MATÉRIA COMPLETA

Neste artigo reunimos todas as informações sobre o caso de acusação de prostituição contra o Seungri, desde a postagem inicial até a resposta da polícia para melhor compreensão dos fãs. Para melhor entendimento de todo caso, acompanhe o nosso Artigo Especial.


Enquanto investigava as atuais controvérsias em torno do “Burning Sun”, a SBS funE supostamente encontrou mensagens em um aplicativos privado, o KakaoTalk, entre Seungri, o cantor ‘C’, e o Sr. Yu da Yuri Holdings, o homem que liderou a empresa em 2015.

Seungri fundou a Yuri Holdings em março de 2016 com o fim de operar seus vários negócios nos setores alimentícios e de entretenimento. No final de 2015, Seungri ainda trabalhava para investidores de seus negócios.

As mensagens aconteceram às 23:38 (horário coreano) em 06 de dezembro de 2015, em que Seungri supostamente teve uma conversa com um homem nomeado como “Sr. Kim” que era funcionário do clube, pedindo para que ele arrumasse prostitutas para clientes chineses.

O artigo divulgou algumas capturas de tela que optamos por não colocar aqui neste post mas você pode visualizar aqui: 12.

Vale ressaltar alguns pontos falhos neste artigo publicado originalmente pela SBS funE e traduzido pelo portal AllKpop que foram muito bem pautados por essa postagem da Big Bang Brazil.

  • No dia 06 de dezembro de 2015 às 23:38, horário da troca de mensagens, houve um concerto do BIGBANG em Nagoya. Seungri estava se apresentando no palco neste horário;
  • O Burning Sun, clube o qual o homem que Seungri estava supostamente trocando mensagens trabalhava, foi inaugurado há apenas um ano, em 23 de fevereiro de 2018.
  • A SBS funE declarou que não pôde verificar se as mensagens se tratavam ou não de um serviços sexuais concedidos, uma vez a YG não respondeu as especulações dos repórteres do portal antes da publicação do artigo.
  • A mulher citada nas conversas como “prostituta” é uma suposta investidora estrangeira da Yuri Holdings e em 2016 foi à Coreia para participar de uma Assembléia de acionistas na empresa.
A YG Entertainment respondeu ao artigo envolvendo Seungri sobre oferecer favores sexuais como suborno para investidores poucas horas depois de ser publicado, a YG Entertainment divulgou uma declaração oficial sobre as notícias. YG escreveu: “Olá, aqui é a YG Entertainment. Aqui está a nossa declaração sobre o artigo de hoje sobre Seungri. Após verificar com o próprio artista, nós declaramos que as mensagens de texto são fabricadas e não são verdadeiras. Além disso, informamos que tomaremos medidas legais contra a proliferação de boatos e notícias falsas”.

A Yuri Holdings, empresa envolvida nas recentes notícias envolvendo Seungri, divulgou sua declaração formal sobre as acusações de que eles forneciam serviços de prostituição para investidores empresariais.

Sua declaração oficial diz o seguinte:

Recentemente, Yuri Holdings tem estado nos noticiários, desde o incidente do Burning Sun. Em primeiro lugar, assumimos a responsabilidade pela questão como uma das empresas que investiu na Burning Sun. No entanto, sentimos que precisamos esclarecer os fatos que cercam a Yuri Holdings, já que não podemos mais sentar e assistir a artigos escritos sobre difamações e suspeitas.
As mensagens de texto que foram publicadas recentemente pelos repórteres e se tornaram um problema, são completamente falsas, e nós acreditamos que apenas alguém com más intenções em relação a Seungri e nossa empresa tenha fabricado as mensagens e as direcionado aos repórteres.
Esta é uma notícia falsa que foi publicada sem ao menos ter sido confirmada pelo portal de notícias.
Não apenas não temos nenhum acionista estrangeiro em nossa empresa, como baseado no conteúdo enviado, as mensagens foram publicas através de imagens recém-criadas em vez de capturas de telas reais das conversas. Nós não podemos continuar em silêncio sobre o assunto e decidimos dar nossa declaração.
Planejamos solicitar uma investigação sobre o indivíduo que fabricou as mensagens de texto e as enviou para os repórteres, e vamos revelar a verdade.
Diretor Executivo Lee Hong Gyu”

Sobre o assunto, o Departamento de Polícia de Seul divulgou declaração informando que haverá uma investigação sobre Seungri.

Uma fonte do Departamento de Polícia de Seul declarou: “Iremos começar uma investigação sobre as denúncias de serviço de acompanhantes que foram divulgadas pela mídia”. A polícia investigará o assunto e irá elaborar uma lista dos indivíduos citados nas mensagens de texto.

Seungri agora voltou a fazer parte da lista de pessoas que serão investigadas, uma vez que já tinha sido inocentado das acusações prévias envolvendo o escândalo do Burning Sun.

Fontes: 123
Agradecimentos especiais à Big Bang Brazil.

0 comentários: