19 fevereiro 2019

Mulher suspeita de vender drogas no Burning Sun explica sobre sua foto com Seungri

đź—“️ 19 de fevereiro de 2019


A mulher chinesa de 26 anos, “Anna”, relatada pela mĂ­dia como suposta fornecedora de drogas no Burning Sun, um popular clube de Gangnam, queixou-se de injustiça.

Em uma entrevista para o Chanel A da KBS que foi ao ar dia 18, Anna, que está sob investigação policial por supostamente vender drogas no Burning Sun, negou completamente as alegações dizendo que nunca havia vendido drogas. “É realmente injusto”, disse ela na entrevista. “Eu nem sequer fumo. Nunca vendi nem dei drogas para ninguĂ©m. O lĂ­quido nĂŁo identificado encontrado na minha casa Ă© apenas remĂ©dio para olhos de gato e pĂł branco Ă© detergente para roupa”. A polĂ­cia está fazendo uma análise minuciosa dos bens confiscados.

Ela tambĂ©m explicou sobre seu relacionamento com Seungri. Anteriormente, uma foto dela com Seungri veio á tona nas redes sociais e se tratava de uma foto tirada no ano passado. Sobre a foto, Seungri disse: “Eu estava no clube e ela pediu por uma foto. Eu nĂŁo a conheço”.

De acordo com ela, eles nĂŁo tem nenhum tipo de relacionamento especial. Ela disse: “Eu tirei uma como com ele como um simples fĂŁ”. Ela lembra de tĂŞ-lo visto no clube e pensar: “Seungri nĂŁo Ă© famoso?” e pediu por uma foto e Seungri o fez.

Enquanto isso, Anna que é suspeita de trabalhar como promoter na Burning Sun e fornecer medicamentos para clientes VIP, voluntariamente se entregou à polícia no dia 16 e foi investigada por cerca de 14 horas. Atualmente ela está proibida de deixar o país. A polícia coletou amostras de cabelo e urina para verificar o uso de drogas e pediu uma análise ao Instituto Nacional de Investigação Científica.

Fonte: Naver News

0 comentários: