13 janeiro 2020

Solicitação do mandado de prisão de Seungri foi negado pela segunda vez.



O Tribunal Distrital Central de Seul divulgou sua decisão sobre o pedido de prisão preventiva da promotoria para Seungri.

 Em 10 de janeiro, foi revelado que a Promotoria do Distrito Central de Seul havia apresentado um pedido de mandado de prisão preventiva para Seungri sob sete acusações.

 Em 13 de janeiro, o juiz Song Kyung Ho negou provimento ao segundo mandado de prisão preventiva depois de interrogar o acusado. Ele declarou: “Considerando o conteúdo das acusações criminais que foram feitas, bem como o papel do acusado, o grau de envolvimento e a margem de discordancia nessas acusações, o progresso da investigação, a coleta de evidências e o comportamento do acusado em cooperar  com a investigação, é difícil reconhecer a necessidade de prisão preventiva. ”

 Esta é a segunda vez que a promotoria solicita um mandado de prisão preventiva para Seungri.  O primeiro pedido, em maio de 2019, também foi indeferido pelo tribunal.

Fonte: (1)

12 janeiro 2020

Seungri saiu do tribunal (13/01)



Seungri (Lee Seung-hyun), ex-membro do grupo Big Bang, deixou o Tribunal Distrital Central de Seul em Seocho-gu, Seul, após uma audiência na manhã de segunda-feira (KST).

Um mandado de prisão foi pedido cerca de sete meses depois que a polícia encerrou sua investigação sobre o "Burning Sun" e o entregou à promotoria em junho do ano passado. A Seungri também foi adicionada a sete acusações adicionais, incluindo mediação de prostituição, apropriação indébita e violação da Lei de Alimentos e Higiene, quando os promotores descobriram evidências circunstanciais de violações da Lei de Transações de Câmbio.

A audiência sobre o mandado foi realizada às 10:30 da manhã de segunda-feira no Tribunal Distrital Central de Seul, o juiz Song Kyung-ho decidirá se aceitará o mandado ou não nesta tarde.

Fonte: (1)

10 janeiro 2020

Ministério Público solicita mandado de detenção para Seungri com base em 7 acusações.

Prosecution Requests Detention Warrant For Seungri Based On 7 Charges

A promotoria apresentou outro pedido de mandado de prisão preventiva para Seungri.

Foi revelado em 10 de janeiro que o Ministério Público do Distrito Central de Seul apresentou um pedido de mandado de prisão preventiva para Seungri sob sete acusações.

Essas acusações incluem jogo habitual, violação da Lei de Transações de Câmbio, compra de serviços de prostituição, serviços de mediação, violação da Lei de Saneamento de Alimentos, peculato e violação da Lei de Casos Especiais Relativos à Punição, etc. de infrações sexuais*.

A promotoria solicitou anteriormente um mandado de detenção em maio de 2019 por cinco das acusações, mas o pedido foi indeferido pelo tribunal. O novo pedido inclui a adição de jogos de azar habituais e a violação da Lei de Transações de Câmbio, juntamente com as cinco acusações anteriores.

A resposta do tribunal para determinar a validade do mandado de prisão preventiva será realizado em 13 de janeiro.


Fonte: (1)
-------------------------------------------------------------------------------
*Lei de Casos Especiais Relativos à Punição, etc. de infrações sexuais NÃO é sobre assédio ou estupro e sim por compartilhamento de conteúdo pornográfico. Que no caso do Seungri, a mídia diz que ele teria enviado 3 fotos de mulheres com "naked backs" (costas nuas).

03 dezembro 2019

KBS libera detalhes dos grupos de conversa de Jung Joon Young + fãs de Seungri exigem retratação.

Em 3 de dezembro, a KBS divulgou um relatório exclusivo sobre os crimes de Jung Joon Young depois de obter uma cópia da sentença escrita do tribunal em seu julgamento em 29 de novembro.

Segundo o relatório da KBS, o julgamento por escrito de 67 páginas detalha os incidentes de filmagem e distribuição ilegais que o tribunal considerou um crime. Segundo o côrte, Jung Joon Young compartilhou suas fotos e vídeos tirados ilegalmente em cinco bate-papos em grupo e três bate-papos pessoais no período entre dezembro de 2015 e junho de 2016. Havia cerca de 10 vítimas, incluindo duas não-coreanas, e é possível que alguns foram vitimados mais de uma vez. Havia cerca de 14 destinatários dos materiais ilegais nas oito salas de bate-papo.

A KBS obteve detalhes do tipo: local e data da gravação, dia que foi compartilhado e para quem foi compartilhado além de alguns detalhes sobre os vídeos. Das 11 filmagens que a KBS obteve os dados, apenas 2 delas houve consentimento da vítima sobre filmagem mas não sua distribuição.

Fãs pedem retratação pública.

Após a divulgação do relatório da KBS, fãs do cantor Seungri pedem uma retratação pública dos veículos de comunicação que cobriram o caso de Jung Joon Young.

No relatório, Seungri foi mostrado em apenas um único momento recebendo o vídeo de JJY, em um grupo de negócios, confirmando a versão dada por Seungri no início de 2019.

No dia 22 de março, Seungri deu uma entrevista exclusiva para a Chosun Ilbo e quando foi perguntado sobre os vídeos de Jung Joon Young, ele respondeu que havia recebido e o repreendido pela atitude. Segundo Seungri, JJY havia prometido que não estava mais fazendo tais atos e ele não recebera mais vídeos.

As coisas no Kakao Talk, não são eles a minha vida? Por que eu não os parei? Eu falei para Jung Joon Young parar de fazer aquelas coisas (fazer vídeos sem consentimento), falei não só para JJY mas para todos." — Seungri.

Screenshots da reação de Seungri quando recebeu o vídeo foram divulgados pela JTBC em julho de 2019.

"Seungri: Mas que p*rra? O que diabos de pessoas sem cérebro fazem esse tipo de coisa... E mandam em um grupo?... Ah, p*rra!"

Grandes emissoras coreanas divulgaram a participação de Seungri em diversos grupos de conversa de Jung Joon Young, o relatório do julgamento de JJY apresentado pela KBS  hoje desmente tais acusações.

Fãs estão usando a hashtag: #ApologizeToSeungri para comentar as notícias e cobrar providências.


"Espalhar informações falsas para as pessoas não é ok. Acusá-lo de algo que ele nem ao menos fez não é ok. O chamar de est*prador quando os verdadeiros suspeitos foram sentenciados não é NUNCA ok. E agora que os reais importunadores sexuais estão na prisão vocês continuam a fazer isso?"

""O nome do Seungri foi mencionado uma vez e ele estava no grupo de negócios..." Esse frase completa... Apenas sendo confirmada depois de quantos meses de caluniando ele?? Obrigada, comunidade kpop. Você conseguiu arruinar a vida de uma pessoa :)"




Fonte

04 novembro 2019

A polícia conclui sua investigação de Seungri e Yang Hyun Suk após 84 dias ... "não foi possível encontrar evidências de violação da lei de câmbio (hwanchigi)".



A polícia concluiu suas investigações sobre Yang Hyun Suk (49) e Seungri (29).


 Um funcionário da Agência de Polícia Metropolitana de Seul emitiu uma declaração em 31 de outubro e afirmou: "concluímos as investigações sobre o caso de Yang Hyun Suk e Seungri e encaminharemos o caso para julgamento amanhã".

 Considerando o estatuto de limitações, a polícia investigou as quantias que Seungri e Yang Hyun Suk jogaram no exterior nos últimos cinco anos.  Através de investigações em contas financeiras, registros de câmbio, dados contábeis corporativos e interrogatório de vizinhos, a polícia confirmou que Seungri e Yang Hyun Suk são culpados de participar de atividades ilegais de jogo no exterior em uma ou duas ocasiões por ano.  Seungri apostou e perdeu cerca de 1 bilhão de won, enquanto Yang Hyun Suk apostou e perdeu um pouco menos de 100 milhões de won.

 Seungri e Yang Hyun Suk supostamente admitiram suas acusações habituais de jogo, mas segundo o funcionário "eles fizeram seu julgamento com base no número de casos, tamanho e casos existentes".  Segundo o funcionário, ambos visitaram o cassino ao mesmo tempo, enquanto viajavam no exterior, mas não jogavam juntos.  Eles não conseguiram encontrar evidências de que foram intencionalmente ao exterior apenas para jogar.

 Em relação às suspeitas de violar a Lei de Transações de Câmbio, 'hwanchigi', o oficial da polícia declarou: "Yang Hyun Suk e Seungri e conhecidos trocaram dinheiro antes de deixar o país. Seungri também pegou emprestado o dinheiro dos cassinos enquanto lá estava e pagou de volta.  . "

 Com relação à alegação de que uma subsidiária da YG no exterior foi usada para peculato e sonegação de impostos, o funcionário declarou: "Não conseguimos encontrar dinheiro nas contas bancárias ou dados financeiros da empresa que pudessem provar essas alegações".

 A equipe de investigação do crime de inteligência encaminhará 5 pessoas, incluindo Seungri e Yang Hyun Suk, sob a acusação de jogo habitual.  Como não conseguiram encontrar nenhuma evidência para provar 'hwanchigi', encaminharam o caso à acusação com a recomendação de "nenhuma acusação".

Fonte: (1)